Skip Navigation Links



O QUE É MAÇONARIA?

Apesar de ser uma pergunta de difícil resposta, tentaremos elucidar para todas as pessoas que não fazem parte da instituição o que de fato ela representa. Centenas de autores maçônicos dão versões diferentes para esta pergunta, mas condensando todas as respostas, temos aqui uma conclusão que pode ser aceita como de comunhão da maioria dos escritores:

“A Maçonaria é uma entidade sem fins lucrativos, de caráter universal, formada por homens de todos os credos, raças e orientações filosóficas em torno de objetivos únicos, na defesa da liberdade, buscam e pregam a virtude, e condenam os vícios e a tirania. Da mesma forma, lutam por uma sociedade mais igualitária e fraterna. Através de seu sistema de estudos, formado por símbolos e cerimônias, tratam-se como irmãos e neste amor fraternal desenvolvem de maneira sigilosa importantes trabalhos sociais nas sociedades e comunidades onde estão inseridas. Deixou de ser secreta há muito tempo, e autodenomina-se como discreta”.

A MAÇONARIA É UMA RELIGIÃO?

Maçonaria não é religião. Porém, um pré-requisito para que qualquer candidato possa pleitear a sua entrada, é acreditar em um Ente Supremo. A maçonaria funciona como uma escola filosófica, onde baseia suas instruções na busca pela verdade, na defesa da ética e dos mais altos valores e virtudes que qualquer ser humano tem capacidade de desenvolver. São sobre estes pilares que o trabalho maçônico se desenvolve em qualquer reunião da instituição, em qualquer lugar do mundo.

QUEM É DEUS NA MAÇONARIA?

É necessário esclarecer que a maçonaria leva este nome porque deriva do Idioma Francês, e “maçom”, traduz-se por “pedreiro” naquele idioma. Originalmente, é a reunião de pedreiros, carpinteiros e construtores, que se uniram ao final do século XII para formar turmas de trabalho. O resultado desta maçonaria dita operativa pode ser apreciado quando visita-se a Europa, onde Igrejas e Castelos foram construídos por maçons em dezenas de países. Portanto, a maçonaria é uma “confraria de pedreiros”. Antes de iniciar as reuniões, e ao encerramento da mesma, os maçons solicitam uma espécie de benção e proteção, para trilhar os caminhos da virtude e para que tenham forças para ajudar o próximo e lutar pela construção de uma sociedade mais justa. Neste sentido, e para não ferir os princípios religiosos de seus membros, e para manter intacta a chama da fé individuai, a maçonaria chama o Princípio Criador de todas as coisas de SUPREMO ARQUITETO DO UNIVERSO. Nada mais propício para uma sociedade de pedreiros que chamar reverencialmente o Deus Universal desta maneira. A palavra “maçom” no idioma inglês é “mason”, que tem o mesmo significado que o vocábulo francês.

COMO ENTRAR NA MAÇONARIA?

Essa é outra pergunta polêmica, mas que tentaremos responder de maneira simples e objetiva. Nos Estados Unidos, Inglaterra, Escócia, Irlanda, Holanda, França, Alemanha, Japão, Itália e outros países, a iniciação pode dar-se de duas formas: por convite ou solicitando a entrada. Ao solicitar a entrada, o candidato assina permissões específicas para que a loja possa levantar todas as informações que deseja para satisfazer os pré-requisitos legais, e para que possam investigar livremente a vida do candidato. Os candidatos que são convidados passam pelo mesmo rigor investigativo, mas como a relação com o membro que o convidou é de esperada reciprocidade fraterna, o candidato postula a sua entrada sendo apresentado à Loja, onde esta dispõe de informações preliminares, podendo dar continuidade no processo legal de entrada. No Brasil, a grande maioria dos órgãos que regulam a maçonaria legisla que a entrada é feita somente por CONVITE.

QUAIS OS REQUISITOS PARA SER MAÇOM?

- Ser convidado por um Mestre Maçom regular do quadro de uma loja Maçônica também reconhecida e regular;
- Admitir e reconhecer que existe um Ente Supremo que rege TUDO e TODOS;
- Ser LIVRE e de BONS costumes (ser pessoa de caráter ilibado e bom conceito);
- Ser bom filho, pai, irmão, amigo, marido e cidadão cumpridor de seus deveres;
- Ter mais de 21 anos;
- Não professar ideologia contrária aos princípios de liberdade, igualdade, fraternidade, respeito e ética;
- Ter profissão e meio de vida lícitos;
- Ser independente economicamente;
- Não possuir débitos de quaisquer espécies com a sociedade;

A falta de qualquer um destes pré-requisitos anula o pedido de entrada do candidato.

QUAIS OS DEVERES DOS MAÇONS?

Existe um conjunto de Leis e Deveres que os maçons chamam de “Landmark´s” ou “Old Charges”. São leis tão antigas quanto a instituição, e ao longo de seus 25 artigos, resumidamente falam: Respeitar as leis de sua cidade, Estado e País, buscar ser o exemplo de cidadão na sociedade, oferecer ajuda irrestrita aos seus irmãos, e à todas as pessoas necessitadas e oprimidas, etc. O que é uma rara qualidade para uma pessoa comum, não passa de mero cumprimento do dever para o Maçom. Além dos deveres sociais, cívicos e pessoais, o maçom precisa estudar para progredir dentro da maçonaria. É necessário apresentar trabalhos sobre o conhecimento adquirido.

É POSSÍVEL SAIR DA MAÇONARIA DEPOIS DE SER ADMITIDO?

Ao contrário do que se ouve falar, das crendices populares e lendas à cerca deste assunto, é claro que é possível solicitar o desligamento da maçonaria. Para isso, basta o membro da loja solicitar formalmente seu desligamento, que passará por trâmites legais, sendo expedido um certificado, contendo os dados da saída do membro. Com este documento, ele pode pedir regularização em outra loja até mesmo seu desligamento da maçonaria. Existem muitos casos onde o membro da loja se transfere de uma cidade para outra, e com este documento ele pode solicitar ingresso em qualquer loja do mundo ou conforme seu interesse desligar-se da maçonaria.

O QUE OS MAÇONS FAZEM NUMA REUNIÃO MAÇONICA, FECHADA SOMENTE PARA ELES?

Nas reuniões maçônicas, discutem-se assuntos de alta envergadura moral, assuntos administrativos e legais da Ordem, formas de ajudar o próximo, auxílio à comunidade, entre tantos outros assuntos. Não se discutem assuntos políticos ou religiosos, mas eventualmente recebemos palestrantes “não-maçons” para elucidar determinados temas relacionados. A maçonaria foi muito ativa politicamente no passado, onde foi a principal protagonista de centenas de revoluções sociais, que resultaram na independência de países e queda de regimes ditatoriais. Hoje em dia, a atuação da maçonaria é mais discreta neste sentido, mas continuamos vigilantes para que os governos ajam com retidão, honestidade e patriotismo.

POR QUE AS MULHERES NÃO PODEM FAZER PARTE DA MAÇONARIA?

Essa é uma pergunta frequente e recorrente sempre que abordamos o tema “maçonaria”. Poucos maçons tem capacidade para responder, mas tentaremos elucidar esta questão aqui. Na época em que a maçonaria surgiu como movimento, a mulher era considerada uma incapaz. Imagine uma sociedade de pedreiros e construtores formando-se no século XII, em plena perseguição às correntes esotéricas e fogueiras que levaram muitas mulheres inocentes consideradas hereges à morte. As mulheres eram donas de casa que esperavam seus maridos pedreiros voltar dos canteiros de obras. Com o passar do tempo, regimentos e outras leis foram surgindo, colocando como pré-condição de entrada que entrassem apenas jovens do sexo masculino, recrutados pelos Mestres de Obras, com idades que variavam de 18 a 30 anos, pois a expectativa de vida da época não era longa. Porém, no ano de 1874, uma Loja Francesa desobedeceu a regra e iniciou mulheres. Outras lojas seguiram esta tendência, e não foram adiante, pois as lojas foram perdendo forças e sendo isoladas por outros conglomerados maçônicos. Hoje em dia existem centenas de lojas mistas e lojas exclusivamente femininas, mas nem todas as potências e lojas maçônicas espalhadas pelo mundo reconhecem-nas como legítimas e regulares. As lojas que ainda não reconhecem o direito feminino de entrar para a maçonaria, defendem questões filosóficas, culturais, tradicionais e históricas como argumentos contrários à participação das mulheres.

COMO A MAÇONARIA ESTÁ ORGANIZADA?

A maçonaria tem uma organização administrativa como qualquer outra instituição, tendo um presidente, vice-presidente, secretário, tesoureiro, etc. Porém, dentro da maçonaria, estes nomes são revestidos de um apelido simbólico, para dar mais sentido à essência da instituição, pois é herdeira de uma tradição de pedreiros e construtores. Para os maçons, o presidente da instituição é o “Venerável Mestre”. Há dois Vice-Presidentes, chamados de “1° e 2° Vigilantes”, além do secretário, chamado de “escrivão”, entre outros. Todos os casos possuem direitos e deveres, bem como as obrigações de cada cargo são conhecidos por todos os membros. Outro fato de importante relevância é de que o presidente da organização é eleito de maneira democrática, de maneira secreta como em uma eleição da sociedade civil. O presidente eleito tem mandado com inicio e fim e um de suas obrigações e convocar eleições para a sua sucessão. Nenhum cargo dentro da maçonaria é remunerado, e todo o trabalho é baseado em voluntariado.

COMO A MAÇONARIA SE MANTEM?

Os membros da maçonaria possuem obrigações financeiras com a instituição, e por isso um dos pré-requisitos de entrada é que o candidato seja economicamente independente. Os maçons pagam pequenas quantias mensais que variam conforme os estatutos de cada loja, para fazerem frente às despesas e custos, como água, energia elétrica, telefone, etc. Como qualquer associação, a maçonaria mantém suas reservas de maneira modesta, e as mensalidades obedecem a regras de valores módicos, onde qualquer maçom independente de sua profissão tem plenas condições de honrar. Dependendo da idade e do tempo de maçonaria que o membro possui, ele pode ser isentado destes compromissos.

AS PESSOAS FICAM RICAS AO ENTRAR NA MAÇONARIA?

Este é mais um dos mitos que envolvem a maçonaria. Só há uma maneira de enriquecer, que se dá pelo labor na vida civil. Na maçonaria, não se enriquece. Os maçons ajudam-se entre si, como amigos e familiares o fazem nos momentos de dificuldade. A caridade é um favor, mas a solidariedade é uma OBRIGAÇÃO do maçom, seja para um membro da ordem ou para qualquer pessoa que necessite.

A MAÇONARIA EXECUTA RITUAIS?

O simples ato de levantar-se e escovar os dentes todas as manhãs, constituí-se em um RITUAL. Ritual nada mais é do que uma rotina, e neste exemplo, é a rotina matinal da maioria das pessoas. A maçonaria cria maneiras de ordenar suas reuniões, e o ato de abertura e encerramento de seus trabalhos são chamados de rituais, pois não variam sua forma ou teor desde a sua fundação. Outro dos grandes mitos em volta da maçonaria, é que as lojas sacrificam animais, entre outras coisas. Não se praticam atos de qualquer espécie que envolva sacrifícios. Os ritos da maçonaria são vários, e estes estão organizados graus de evolução e estudo, e dependendo do progresso do maçom, ele vai passando de um grau para o outro. A nossa loja pratica o RITO BRASILEIRO DOS MAÇONS ANTIGOS, LIVRES E ACEITOS, que vai do grau 1° ao 33°, embora existam outros ritos praticados pelo Brasil e mundo afora.

Copyright © 2017 Maçonaria Virtual